Perícia confirma que bilhete encontrado ao lado do corpo de Plínio Zalewski foi escrito por ele

Plínio Zalewski ocupou cargos nas esferas municipal e estadual, além de ter sido candidato a vereador de Porto Alegre em 2012. Foto: Reprodução

O laudo do IGP (Instituto-Geral de Perícias) confirmou que o bilhete de despedida encontrado junto do corpo de Plínio Zalewski foi escrito por ele. O coordenador-executivo da campanha de Sebastião Melo foi encontrado morto na sede do PMDB, no último dia 17. Ele estava no banheiro do prédio, localizado na avenida João Pessoa, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre.

O inquérito policial ainda não foi finalizado, pois ainda faltam a conclusão de outros três lados. São aguardados os documentos perícias da necropsia (que faz exame do corpo), o do local onde Zalewski, de 53 anos, foi encontrado morto e do telefone pessoal dele.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio. Conforme os policiais, não há outra hipótese aceitável até o momento. A pedido da família de Zalewski, o teor da carta não foi revelado.