Polícia identifica suspeitos de matar agricultor por vingança em São Francisco de Paula

Três suspeitos de assassinarem um agricultor cruelmente durante um assalto na casa dele, na madrugada de segunda-feira (9), em São Francisco de Paula, foram identificados pela Polícia Civil. O crime brutal teria sido motivado por vingança entre os executores e a vítima. Poucos pertences foram levados da casa.

Edgar Kershner Carneiro, de 64 anos, foi morto dentro da propriedade onde residia na localidade de Fazenda Velha, no interior de São Francisco de Paula. Ele foi morto a golpes de barra de ferro por três homens que, depois, atearam fogo no galpão, onde o corpo foi deixado, para encobrir o crime.

A principal hipótese para o assassinato é vingança motivada por uma suposta denúncia sobre abigeato (roubo de animais) feita pelo agricultor no ano passado e que motivou a prisão de um dos suspeitos.

O caso é tratado agora como homicídio qualificado e não mais como latrocínio, quando o roubo é seguido de morte. Não foi confirmada a informação que o agricultor tenha sido baleado pelos executores.

A prisão preventiva dos suspeitos foi solicitada e cabe agora à Justiça conceder a prisão dos autores, que possuem várias passagens pela polícia. Conforme depoimento da mulher da vítima à polícia, um dos criminosos teria dito que “eles iriam sofrer o mesmo que ele nas mãos da polícia”.

Para tentar encobrir o crime na propriedade das vítimas, o trio de criminosos ainda furtou objetos de uma casa próxima para despistar a polícia e encobrir a vingança.

Incêndio quase matou mãe e filha

O incêndio do galpão onde Carneiro foi morto também atingiu a casa da família, onde a mulher e a filha dele haviam sido amarradas. Momentos antes da residência ser atingida pelas chamas, a jovem conseguiu se soltar, abrir a casa e gritar pelo socorro de parentes.

A casa fica cerca de 40 quilômetros distante da Rota do Sol, próxima de Caxias do Sul, o que impediria resgate do Corpo de Bombeiros ou da polícia a tempo. As mulheres foram resgatadas pelos parentes e vizinhos. Em um primeiro momento, se informou que a jovem era neta de Carneiro.



Deixe um comentário para este conteúdo

O Plantão RS não é responsável pelos comentários publicados pelos usuários