Três homens são presos por pedofilia em Porto Alegre e região metropolitana

- Atualizado em 11/01/2017 às 21:43
Foram apreendidos vários computadores, mídias, HD’s externos, celulares, máquinas fotográficas, entre outros objetos utilizados para o armazenamento de imagens. Foto: Polícia Civil/Divulgação

Três homens foram presos em uma ação da Polícia Civil gaúcha contra a pedofilia. Duas das prisões ocorreram na região metropolitana e a outra no bairro Rio Branco, em Porto Alegre. Os presos tem idades de 30, 36 e 56 anos.

O mais novo e o mais velho foram presos em flagrante por acessar e armazenar material contendo cenas de sexo explícito e conteúdo pornográfico infanto-juvenil. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Gravataí, Canoas e Porto Alegre. Foram apreendidos vários computadores, mídias, HD’s externos, celulares, máquinas fotográficas, entre outros objetos utilizados para o armazenamento de imagens.

Outros dois indivíduos, que não estavam em casa no momento do cumprimento do mandado de busca e apreensão, estão sendo investigados em inquérito policial. O trabalho contou com a participação dos peritos do IGP (Instituto-Geral de Perícias) que realizaram a análise preliminar dos equipamentos no local, ficando caracterizada a materialidade delitiva.

A outra prisão ocorreu em um prédio do bairro Rio Branco, em Porto Alegre. O detido tem 36 anos de idade. Os policiais cumpriam mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça.

Prisões por tráfico após denúncia

Durante a prisão do terceiro indivíduo, que ocorreu à noite, foram presos mais quatro homens, de 29, 31, 33 e 42 anos, por tráfico de drogas. Isso também no bairro Rio Branco, não tendo vinculação com a pedofilia. Foram apreendidas 100 gramas de maconha, mas as circunstâncias da prisão permitiram o flagrante por tráfico.

Deixe um comentário