Cinco morrem e 40 ficam feridos em atentado terrorista em Londres

Atentado ocorreu próximo ao Palácio Westminster. Crédito: Reprodução de TV

Cinco pessoas morreram, entre eles um policial e uma mulher, e ao menos 40 foram feridas, incluindo três policiais em um atentado terrorista em frente ao Parlamento britânico, em Londres, na Inglaterra.

O autor do ato de terror foi morto pelas autoridades policiais londrinas, segundo informações da BBC. Há vários feridos graves, segundo o Hospital St. Mary de Londres. Uma das vítimas foi retirada com vida do rio Tâmisa. Ela está recebendo tratamento para ferimentos graves.

O Hospital King’s College, que recebeu oito pessoas com ferimentos mais graves, informou que dois deles estão em estado crítico e os outros seis, estáveis. O hospital de St. Thomas, que fica a poucos metros do local onde ocorreu o ataque, está tratando dois feridos, um homem e uma mulher, ambos em situação estável.

O ataque começou quando um carro que passava pela Ponte de Westminster atropelou um grupo de pessoas. O suspeito deixou o veículo preto e avançou em direção ao Parlamento, atingindo um policial, que acabaria morrendo, com uma faca. Pouco depois, foram ouvidos disparos.

A polícia foi chamada por volta de 14h40 (11h40, no horário de Brasília). Os agentes isolaram o local e as atividades parlamentares foram suspensas. A polícia pediu para a população evitar a região e entrar em contato com a polícia caso tenha alguma informação que ajude a esclarecer o incidente.

A premiê britânica Theresa May presidiu uma reunião do comitê de emergência Cobra, integrado pelos principais ministros do país. May tinha participado da sessão semanal de perguntas ao governo na Câmara dos Comuns antes do ataque.

Após a reunião, May fez um pronunciamento em que agradeceu a ação da polícia e dos serviços de emergência, e prestou solidariedade às famílias e aos amigos das vítimas. Também disse que a rotina da cidade voltará ao normal, e o Parlamento se reunirá como de costume.

Publicidade