Porto Alegre: 61 pacientes são atendidos na 1ª vez em que posto de saúde fica aberto até às 22h

UBS São Carlos é a primeira a atender toda uma região até às 22h. Foto: Cristine Rochol/PMPA

Superando as expectativas, 61 pacientes foram atendidos no primeiro dia de horário estendido na Unidade Básica de Saúde São Carlos. A previsão era de 50 atendimentos. A partir das 18 horas desta sexta-feira (24), moradores da região da Lomba do Pinheiro e do Partenon passaram a contar com os serviços de saúde até às 22 horas. Um ato realizado em frente ao local marcou o início do atendimento no horário alternativo, que passou a ser oferecido para a comunidade da região, e a concretização de um compromisso firmado pela nova gestão.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior destacou a importância deste avanço para os moradores. “Estamos entregando um serviço completo e sustentável. Escolhemos um ponto de grande circulação de pessoas, dentro do Terminal Antônio de Carvalho, então de fácil acesso, e com serviços que antes a unidade de saúde não oferecia, que são os exames laboratoriais. Além disso pensamos em toda a estrutura, para que os pacientes tenham aqui o atendimento adequado e com segurança”, explicou.

É a primeira unidade de saúde de Porto Alegre a atender toda uma região no horário alternativo, e não apenas os seus pacientes de referência, e também o primeiro serviço básico de saúde a oferecer coleta de exames laboratoriais. Entre as 18h e as 22h, o local atende pelo sistema de acolhimento – sem necessidade de agendamento mas priorizando o estado de saúde de cada pessoa. Neste horário, a equipe conta com três médicos, uma enfermeira e dois técnicos de enfermagem. A expectativa é que sejam atendidos em média 50 pacientes turno da noite.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, participou do evento. Ele parabenizou a cidade pela iniciativa e falou sobre a necessidade de dar poder aos municípios para que decidam quais as ações e políticas públicas podem atender melhor os seus cidadãos de acordo com as necessidades e características locais. “Só quem vive aqui sabe o que é melhor para a cidade. E essa é uma medida muito importante para o trabalhador. Nem todos conseguem ir até a unidade de saúde buscar atendimento no horário de expediente. Para muitos, o horário alternativo é a única forma de acesso à saúde pública”, afirmou.

Segundo o secretário municipal de saúde, Erno Harzheim, outra vantagem do horário estendido, além de ampliar o acesso da população ao serviço de saúde pública, é evitar o deslocamento para os Pronto Atendimentos. “Com isso estamos diminuindo a superlotação dos Pronto Atendimentos e as pessoas em casos de emergências passam a ser atendidos mais rapidamente”, afirma Erno.

Localização e atendimentos

A UBS está localizada em um grande terminal de ônibus (Terminal Antônio de Carvalho), a poucos metros de uma base do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), o que facilita o acesso dos pacientes. A iniciativa beneficia cerca de 177 mil moradores dos bairros Partenon e Lomba do Pinheiro.

Das 7h às 18h, o atendimento na UBS São Carlos permanece normal, apenas para o público de referência da unidade. Durante o dia, a equipe continua sendo de cinco médicos, dois enfermeiros, dois técnicos em enfermagem, cinco auxiliares de enfermagem, um dentista e um auxiliar de saúde bucal.

A Unidade Básica de Saúde Rubem Berta também mantêm funcionamento até as 22h, porém atende apenas pacientes de referência, ou seja, uma cobertura de 17 mil pessoas.

Publicidade