Funcionários internados após incêndio em fábrica no Litoral Norte do RS recebem alta

Receberam alta, neste domingo (2), os dois funcionários da fábrica da RR Shoes em Santo Antônio da Patrulha, no Litoral Norte do RS, que estavam internados desde o incêndio de grandes proporções que atingiu a indústria, que é detentora da marca Via Uno. O fogo ocorreu na sexta-feira (31).

Segundo o Corpo de Bombeiros de Osório, as chamas atingiram um pavilhão usado para a expedição dos produtos. Um funcionário passou mal ao ver o incêndio e teve uma parada cardíaca após ser removido da fábrica. Claudio Azambuja morreu a caminho do hospital.

Na manhã de sábado (1º), 32 pessoas estavam em observação no Hospital Santo Antônio de Santo Antônio da Patrulha devido à inalação de fumaça. No ápice, 55 pessoas estavam em atendimento. Cerca de 100 pessoas procuraram ajuda na casa de saúde por causa da fuligem.

O fogo começou no início da manhã de sexta-feira (31) e demorou mais de duas horas para ser controlado. As chamas consumiram o depósito onde estavam estocados mais de 500 mil pares de sapato, assim como dois carros que estavam na parte externa. Conforme os Bombeiros, o fogo teria começado em um anexo do pavilhão, onde são colocados restos de materiais.

O prédio administrativo e outros três pavilhões da empresa não foram atingidos. Segundo o Corpo de Bombeiros, o rescaldo ao fogo persistiu até a madrugada de sábado. As causas do incêndio são desconhecidas até o momento e estão sendo investigadas pela Polícia Civil.

Publicidade