Preso líder de organização criminosa que explorava jogos de azar no RS


Criminosos lavavam dinheiro do crime com imóveis. Foto: Polícia Civil/Divulgação

O líder de uma organização criminosa que explorava jogos de azar, e lavava o dinheiro em imóveis na região de Camaquã, foi preso em uma ação da Polícia Civil. A operação Sicília II, cumpriu sete mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva.

Segundo o delegado Vladimir Urach, a investigação, que durou três anos, apontou a existência de associação criminosa composta por mais de dez integrantes. Eles exploravam jogos de azar, e lavavam o dinheiro comprando imóveis.

Os criminosos praticaram homicídios e tentativas de homicídio, disparos de arma de fogo, ameaças. Segundo eles também compravam testemunhas, tudo para garantir a hegemonia na cidade e região.

A ação resultou na prisão preventiva do líder do grupo. Ainda foi representado pelo sequestro de sete imóveis pertencentes à organização – quatro casas e três terrenos – e dois veículos, uma caminhonete ix 35 e um Mercedes Benz ML 350, que foram apreendidos. O patrimônio sequestrado está avaliado em cerca de três milhões de reais.



Deixe um comentário para este conteúdo

O Plantão RS não é responsável pelos comentários publicados pelos usuários