Criminoso é preso após matar parceiro de crime e confessar o homicídio

Um homem se entregou à polícia na noite de terça-feira (18), em Guaíba, na região metropolitana, dizendo ter matado um comparsa de crime. Ele relatou aos policiais que, enquanto manuseava uma pistola, disparou acidentalmente a arma.

Segundo a Polícia Civil, o criminoso relatou ter sido convidado pelo comparsa, identificado como Ozi Guiomar Cardoso de Freitas, 22 anos, para cometer roubos em Guaíba. Quando estava sendo ensinado a como colocar o pente de balas na arma, a pistola teria disparado acidentalmente.

O tiro atingiu o rosto de Ozi, que tinha antecedentes por ameaça, lesão corporal e tráfico de drogas. Sem saber o que fazer, o criminoso trapalhão procurou uma delegacia. Ele mostrou o corpo do outro bandido dentro do carro, um Chevrolet Astra que havia sido roubado em Esteio, na região metropolitana.

O suspeito foi levado até a Delegacia de Pronto Atendimento de Canoas, onde confirmou a versão, mas com contradições. A Polícia Civil viu que a ficha do bandido tinha antecedente por porte de arma.

Após o depoimento, o criminoso foi encaminhado a uma cela da DPPA após ser autuado em flagrante por homicídio e receptação. Um inquérito policial investiga os fatos relatados.

Publicidade