Supermercado de Alvorada tem padaria interditada por irregularidades sanitárias

Três dos cinco supermercados da rede Oliveira foram alvos de fiscalização da Vigilância Sanitária e da Delegacia do Consumidor da Polícia Civil na manhã da última quarta-feira (19). As ações de verificação ocorreram simultaneamente nas cidades de Canoas e Alvorada, na Região Metropolitana.

Foi apreendido um total de aproximadamente meia tonelada de produtos e gêneros alimentícios impróprios ao consumo humano, nos três locais visitados. Na filial do Oliveira de Alvorada, que fica no bairro Passo do Feijó, os fiscais sanitários encontraram uma infestação de baratas na padaria e na confeitaria.

Vídeos gravados pelos agentes mostram os insetos transitando sobre farinha, pães e até produtos recém produzidos. Também foi detectada a reutilização de pães vencidos para fabricação de farinha de rosca, o que não é permitido.

Os policiais civis encontraram produtos sem procedência e até vencidos no local. Ao todo, 400 quilos de produtos foram apreendidos só em Alvorada. O sócio-proprietário da rede de supermercados, que não teve o nome divulgado, foi autuado em flagrante. Ele deve ser indiciado pela prática de crime contra as relações de consumo, que possui pena de até cinco anos de prisão.

A operação foi realizada após denúncias de consumidores. De acordo com o delegado Rafael Liedtke, titular da DECON, a diligência integra as ações permanentes da delegacia, e que une diversos órgãos públicos com atribuições diferentes, porém, com a mesma finalidade, a de coibir a venda de alimentos impróprios aos consumidores gaúchos.

Publicidade


Deixe um comentário para este conteúdo

O Plantão RS não é responsável pelos comentários publicados pelos usuários