Desentupidora de Porto Alegre é autuada por diversas irregularidades

Desentupidora Dinâmica foi autuada por diversas irregularidades. Foto: Ministério Público/Divulgação

A Promotoria de Justiça do Meio Ambiente de Porto Alegre coordenou, nesta quinta-feira (20), uma operação na sede da Desentupidora Dinâmica, onde diversas irregularidades foram constatadas. Participaram da ação o BPA (Batalhão de Polícia Ambiental), Vigilância Sanitária Municipal, Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental) e SMDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico).

Conforme a promotora Ana Maria Moreira Marchesan, a empresa não contava com alvará da SMDE nem com licença de operação da Smams (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade) para a realização de lavagem e pintura veicular. Além disso, a desentupidora foi autuada pela Vigilância Sanitária por transportar água potável não clorada e sem alvará da SMS (Secretaria Municipal da Saúde).

Foi lavrado termo circunstanciado, pelo BPA, pela falta de licença ambiental. Já a SMDE autuou a empresa por falta de alvará. Por fim, a Fepam notificou a empresa para apresentar documentos para regularização das licenças, pois havia caminhões cujas placas figuravam nas Licenças de Operação e que já eram sucatas. Além disso, outros veículos em uso não constavam na Licença de Operação da Desentupidora Dinâmica.

Publicidade