Polícia indicia 42 pessoas por esquema de jogo do bicho na Fronteira e Campanha


Inquérito policial da Operação Deu Zebra tem mais de 10 mil páginas. Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil remeteu, nesta quinta-feira (4), ao Poder Judiciário o inquérito policial da Operação Deu Zebra. O instrumento mais de 10 mil páginas e, por intermédio dele, 42 pessoas foram indiciadas por lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção passiva, entre outros crimes.

A operação Deu Zebra foi uma ação policial de combate à lavagem de dinheiro deflagrada em 25/04 na região da Campanha e Fronteira do Estado. A investigação, de 16 meses, identificou uma organização criminosa que atuava no ramo de jogos de azar, configurando também os delitos de organização criminosa e lavagem de capitais.

CONTEÚDO RELACIONADO
Polícia desarticula quadrilhas que movimentaram R$ 520 milhões com jogo do bicho no RS
Policiais auxiliavam bicheiros a realizarem crimes, aponta investigação

Ao todo, foram cumpridas buscas em 14 cidades do Rio Grande do Sul, totalizando 237 ordens judiciais, sendo 14 mandados de prisão preventiva. Foram cumpridos 73 mandados de busca e apreensão, sete mandados de condução coercitiva, 57 mandados de busca e apreensão de veículos, 19 sequestros de imóveis e bloqueio de contas bancárias pertencentes a 67 pessoas físicas e jurídicas diferentes.



Deixe um comentário para este conteúdo

O Plantão RS não é responsável pelos comentários publicados pelos usuários