Nove são presos em operação da PF contra fraude em obras no Noroeste do RS

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Nove pessoas foram presas no balanço final da Operação Entrega Simulada, deflagrada na manhã desta quarta-feira (7), no Noroeste do Estado. Conforme a PF (Polícia Federal), foram cumpridos dois mandados de condução coercitiva e 16 mandados de busca. Os presos e o material apreendido serão encaminhados para Santo Ângelo.

Pelo menos 20 contratos, que totalizam mais de 30 milhões de reais, estão sob investigação. O prejuízo estimado pode ultrapassar 10 milhões de reais. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Frederico Westphalen, Seberi, Derrubadas, Vicente Dutra, Barra do Guarita e Porto Alegre.

A Operação foi denominada “Entrega Simulada” em razão da fraude praticada pela organização criminosa, que pesava caminhões carregados com material diferente do contratado e depois emitia comprovantes de pesagem simulando a entrega de asfalto nas obras públicas licitadas. Somente em uma das obras investigadas estima-se que foram desviadas aproximadamente 400 toneladas de asfalto.

A Operação teve início em julho 2016 e apura a participação dos investigados em diversos delitos, como fraudar o caráter competitivo dos certames licitatórios, fraudes na execução das obras públicas, sonegação de contribuição previdenciária, estelionato, crimes contra a ordem tributária, tráfico de influência, fraude processual, corrupção ativa e passiva, entre outros.

 

Deixe um comentário para este conteúdo