Criminosos aproveitam falta de policiamento e atacam bancos em duas cidades gaúchas


Agência do Sicredi em Progresso foi destruída na ação. Crédito: Brigada Militar

Criminosos aproveitaram a falta de policiais em cidades do Interior gaúcho para atacar duas agências bancárias na madrugada deste sábado (8). Os ataques ocorreram em Progresso, que não tinha brigadianos de serviço no momento do crime, e em São Sebastião do Caí, onde o ataque ocorreu ao lado de uma delegacia.

O primeiro ataque ocorreu em Progresso, no Vale do Taquari, por volta das 0h15 da manhã. Com uma marreta, quatro assaltantes danificaram a cortina de ferro e quebraram os vidros de uma agência do Sicredi. Depois usaram dinamite para explodir ao menos três caixas eletrônicos. A cidade, com pouco mais de 6 mil habitantes, não tinham nenhum policial militar de serviço no momento do crime.

A Brigada Militar foi informada do ataque porque moradores ligaram e relataram a ação criminosa. Duas pessoas foram feitas reféns na ação criminosa. Os bandidos, armados com carabinas e fuzis, fugiram em depois carros e libertaram as vítimas na saída da cidade.

O banco confirmou que dinheiro foi levado dos caixas eletrônicos, mas o valor não foi informado. A agência foi isolada para a realização de perícia.

Ataque próximo de delegacia que estava fechada

Em São Sebastião do Caí, no Vale do Caí, a ação criminosa ocorreu por volta das 4h da manhã. O alvo foi uma agência do banco Santander, que fica na rua Paulino Teixeira, no Centro da cidade, e que fica quase em frente da Delegacia de Polícia da cidade.

Ao menos um caixa eletrônico da agência foi arrombado. Os criminosos teriam fugido em um carro. A DP de São Sebastião do Caí só funciona de segunda a sexta-feira. O plantão em caso de ocorrências é realizado pela DP de Montenegro.

Para compartilhar, use o link ao lado ou os botões abaixo: http://plantao.rs/7N2p1

Deixe um comentário para este conteúdo