Pela 2ª vez em menos de 24 horas, mais um drone é abatido ao sobrevoar a PASC

Equipamento foi abatido a tiros por agentes. Foto: Susepe/Divulgação

Pela segunda vez em menos de um dia, agentes da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) abateram um drone que sobrevoava a PASC (Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas). É a quinta vez que tiros precisam ser disparados para abater esse tipo de equipamento apenas em julho.

A nova tentativa de transportar dois aparelhos celulares, dois carregadores e cocaína para dentro da cadeia ocorreu por volta das 20 horas da quarta-feira (26). A PASC, que fica em Charqueadas, na região Carbonífera, é a cadeia onde estão os principais líderes de facções criminosas do Rio Grande do Sul.

Desde o início do ano, a penitenciária contabilizou nove equipamentos sobrevoando o perímetro da área prisional. Ao todo, cinco drones foram abatidos, três pela Susepe, dois pela BM e, os demais, interceptados no solo. As interceptações no ar ocorreram nos dias 15, 21 e 22 e duas vezes ontem, 26.

Para o diretor do DSEP (Departamento de Segurança e Execução Penal), Ângelo Carneiro, as tentativas de levar materiais ilícitos por meio de drone é um ato de desespero dos presos devido a intensificação de revistas nos estabelecimentos prisionais. Ângelo destacou a atuação dos servidores. “Até agora, nove drones já foram flagrados no perímetro da Pasc, sem êxito algum em conseguir deixar drogas e celulares lá”, disse o diretor.

“Como medida emergencial para coibir o avanço dos drones, a PASC redobrou a vigilância noturna de agentes penitenciários e planeja implantar telas sobre todos os pátios”, explicou o diretor da PASC, Eduardo Saliba, também diretor do DSEP (Departamento de Segurança e Execução Penal) da Susepe.

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.