Polícia investiga latrocínio em caso de homem morto a facadas no Centro de Porto Alegre


A Polícia Civil investiga a morte de um homem a facadas na madrugada desta quinta-feira (10) no Centro de Porto Alegre como latrocínio. O crime teria ocorrido, conforme depoimento da companheira da vítima, após uma tentativa de roubo de celular na avenida Voluntários da Pátria, uma das mais perigosas da região.

O roubo seguido de morte ocorreu por volta das 5h após a vítima deixar um bar com a companheira na área central de Porto Alegre. Ambos iam pegar um ônibus para Alvorada, onde viviam, quando houve o ataque.

Segundo a polícia, Eduardo Custódio Dias, 35 anos, teria se negado a entregar o celular para um bandido que abordou ele a mulher. Após ouvir a negativa, o assaltante atacou o homem a facadas e o feriu cerca de 15 vezes.

O criminoso ainda roubou o aparelho da vítima e da companheira de Dias antes de fugir. O assaltante não foi encontrado nas buscas realizadas pela Brigada Militar. A mulher também foi ferida no braço pelo bandido, mas sem gravidade.

 

A Polícia Civil, porém, não descarta nenhuma hipótese. O autor do suposto latrocínio não foi identificado até o momento.

Deixe um comentário para este conteúdo