Rio Grande do Sul registra sete assassinatos em pouco mais de 18h


A segunda-feira (14) teve o registro de, pelo menos, sete homicídios no Rio Grande do Sul. No caso mais chocante, o corpo de um bebê foi encontrado dentro de um contêiner de lixo em Pelotas, na região Sul do Estado.

O primeiro crime a ser registrado ocorreu em São Jerônimo, na região Carbonífera por volta da meia-noite. Um jovem de 17 anos foi executado a tiros na frente de casa na Rua Jerônimo Ferreira, bairro Quininho. Scheid Lucas Hunhoff da Silva chegou a ser socorrido, mas morreu no pronto atendimento da cidade.

Segundo a polícia, o crime foi cometido por dois homens em uma moto que chamaram a vítima até o portão e atiraram. Há suspeita de relação com o tráfico de drogas.

Cerca de uma hora depois, por volta de 1h da manhã um novo assassinato. O crime ocorreu na Vila Betânia, em Cachoeirinha, na região metropolitana. Segundo a Brigada Militar, Igor da Silva Nunes foi morto a tiros em frente de casa. Não há suspeitos para o crime.

Em Capivari do Sul, no Litoral Norte, policiais encontraram o corpo de um homem morto a facadas dentro de um valão. Ele foi identificado como Diego Monteiro da Costa, sem idade confirmada. Há suspeita que a morte seja motivada por tráfico de drogas por causa dos antecedentes criminais do indivíduo morto.

Já em Dois Irmãos, dois homens foram encontrados mortos a tiros na tarde desta segunda-feira. Conforme a polícia, a dupla estava acompanhada de uma mulher quando foram surpreendidos por homens que passaram em um carro atirando perto da entrada da cidade.

Anderson Magnus da Silva Campos, 23 anos, foi baleado nas pernas e na cabeça. A outra vítima, ainda não identificada, foi encontrada dentro de um terreno baldio a cerca de 30 metros de onde ocorreu tiroteio. A mulher não foi atingida. À polícia, disse que o trio veio da Serra fazer um negócio na cidade.

Mas o caso de homicídio mais chocante a ser registrado pela polícia gaúcha nesta segunda-feira ocorreu ainda na madrugada. Um catador de lixo encontrou o corpo de um bebê morto dentro de uma lixeira em Pelotas, na região Sul do Estado.

O menino, de cerca de dois meses, foi deixado em um contêiner na rua Marcílio Dias, no Centro da cidade. O cadáver estava dentro de uma sacola plástica e apenas a necropsia pode identificar a causa da morte. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Deixe um comentário para este conteúdo