Após 12h de negociação, ocupação “Lanceiros Negros” deixa hotel abandonado no Centro da Capital


Doze horas de negociação marcaram a reintegração de posse de um prédio abandonado – que há anos atrás abrigou um hotel – no Centro de Porto Alegre. Feita de forma pacífica, a saída do local pela ocupação “Lanceiros Negros”, só ocorreu no final da tarde após o município realizar o cadastramento de cerca de 20 famílias para receber aluguel social.

O Governo do Estado autorizou o envio do grupo para o Centro Vida Humanístico, na zona Norte. O local possui dois grandes espaços livres, em áreas similares a campos de futsal, mas sem a estrutura necessária para abrigar cerca de 100 pessoas.

Após muita negociação entre o MLB (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas), Brigada Militar, Defensoria Pública e Prefeitura de Porto Alegre, uma ata definiu o cadastramento de pouco mais de 20 famílias ao aluguel social. Elas receberão da Fasc (Fundação de Assistência Social e Cidadania) R$ 500 para o aluguel de casas regularizadas junto à Prefeitura.

Nesta noite, elas serão alocadas, provisoriamente, no Centro Vida Humanístico, na avenida Baltazar de Oliveira Garcia. Para garantir a segurança da desocupação, houve o isolamento da quadra entre as ruas General João Manoel e Caldas Júnior. A desocupação do antigo Hotel Açores deve ser concluída somente durante a madrugada desta sexta-feira (25).

Deixe um comentário para este conteúdo