Naufrágio na Baía de Todos os Santos deixa ao menos 18 mortos; 89 sobrevivem


Ao menos 18 pessoas morreram em decorrência de um naufrágio de uma balsa na Baía de Todos os Santos, que transportava 129 passageiros e quatro tripulantes. A tragédia com a lancha Cavalo Marinho 1, uma das oito que fazem a travessia entre a capital baiana e Vera Cruz, do outro lado da baía, ocorreu por volta das 6h30 da manhã desta quinta-feira.

Segundo o órgão, 11 pessoas foram identificadas. Nove corpos estão no IML (Instituto Médico-Legal) de Santo Antônio de Jesus, cinco estão no IML de Salvador e mais quatro corpos estão sendo levados para a capital baiana.

O capitão de Fragata da Capitania dos Portos, Flávio Almeida, informou que o número exato de mortos só poderia ser informado pelo IML, que recebe os corpos para identificação. O número de desaparecidos é incerto, já que haveriam pessoas que não constam na lista de passageiros oficial da embarcação.

Mais cedo, a Capitania dos Portos informou que 23 pessoas tinham morrido por causa do acidente. A Secretaria de Saúde da Bahia informou que 100 pessoas foram atendidas em hospitais ligados à rede por conta do acidente. Oficialmente, porém, 89 pessoas foram resgatadas com vida.

Equipes de resgate continuaram no local em busca de outras vítimas com vida o dia inteiro. As buscas foram suspensas com o anoitecer. O coordenador do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Ivan Paiva, afirmou à Agência Brasil ser “improvável” encontrar mais pessoas com vida.

Deixe um comentário para este conteúdo