Motim no Presídio Regional de Bagé deixa quatro agentes penitenciários feridos


Fachada do Presídio Regional de Bagé. Foto: Google StreetView/Google/Reprodução

Um motim no Presídio Regional de Bagé, na região da Campanha, deixou quatro agentes penitenciários feridos na manhã desta segunda-feira (4). A confusão iniciou por volta das 8h30 e envolveu apenados dos regimes semiaberto e fechado. Para controlar a situação, a Tropa de Choque da Brigada Militar foi chamada.

De acordo com a Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários), os presos atearam fogo em colchões e agentes que entraram na quarta galeria da casa prisional para resgatar presos do regime fechado acabaram passando mal após inalarem fumaça.

Os agentes feridos não tiveram suas identidades reveladas. Eles foram encaminhados para atendimento na Santa Casa de Caridade de Bagé. Um servidor foi atingido por uma pedrada e sofreu um corte na café, já outros três agentes passaram mal pela inalação de fumaça, sendo que um está internado em estado grave na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do hospital. O Corpo de Bombeiros apagou as chamas.

A direção da unidade prisional estimou em mais de 30 o número de apenados envolvidos no motim. Nenhum dos homens se feriu e não houve fugas. O grupo reivindica a transferência imediata para o Instituto Penal de Bagé.

Conforme dados da Susepe, o Presídio Regional de Bagé – ou PRB, como é conhecido – abriga 297 apenados, em um espaço com capacidade de engenharia para 260 homens. Em um anexo estão 32 detentos, no entanto o limite é de 76 presos.

Deixe um comentário para este conteúdo