Corpo de mulher é encontrado esquartejado em barragem de Caxias do Sul


O corpo de uma mulher foram encontrados dentro da represa da Maestra, em Caxias do Sul, na Serra, na manhã desta quarta-feira (6). Conforme a Brigada Militar, partes do cadáver que estava em sacos plásticos foi localizado por servidores do Samae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos), que retiravam amostras da qualidade da água.

Os funcionários chamaram a polícia. O local foi isolado para o trabalho dos peritos do IGP (Instituto-Geral de Perícias), que busca identificar a vítima. Segundo o delegado Rodrigo Kegler Duarte, titular da DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa) de Caxias do Sul), a vítima foi brutalmente assassinada.

Segundo ele, o crime teria ocorrido há pelo menos dois dias. “Nosso primeiro passo agora, é a identificação do cadáver desta mulher. Vamos avaliar se isso se trata de um motivo passional, se isso é decorrente de um algum envolvimento com vida criminosa, mas é muito preliminar pra fazer qualquer julgamento”, afirmou ao portal Leouve.

Conforme o delegado, quem praticou o crime, tentou ocultar a morte. “Temos que aguardar a necropsia para saber principalmente a causa mortis. Se ela foi morta durante o esquartejamento, ou se ela foi morta antes e depois esquartejada. Esses são os dois caminhos: identificação e causa da morte”, completa.

Próximo a régua que mede o nível da barragem foram encontrados três facas, um facão, uma serra manual e um bastão de madeira que podem estar relacionado ao crime. Ainda conforme a Polícia Civil, não há registro de desaparecidos na cidade. A vítima ainda não foi identificada.

Deixe um comentário para este conteúdo