Mulher é morta a tiros pelo ex-companheiro em Taquara, no Vale do Paranhana


Rosane Carrão, de 38 anos. Foto: Reprodução

Uma mulher foi morta a tiros pelo ex-companheiro no final da tarde desta quarta-feira (13) em Taquara, no Vale do Paranhana. A execução ocorreu em frente ao atelier de calçados em que a vítima trabalhava.

Rosane Carrão, de 38 anos, foi chamada pelo homem para frente do estabelecimento quando foi alvo de quatro disparos de arma de fogo. Após efetuar os tiros, Eduardo de Medeiros Aguiar, de 44 anos, conseguiu fugir, porém foi localizado pela Brigada Militar e preso em flagrante por homicídio.

De acordo com a Polícia Civil, a morte ocorreu em frente a uma das filhas do casal. A adolescente de 16 anos teria visto ainda o pai chutando a cabeça da mãe e comemorando a execução. O casal ainda possuía uma filha de 13 anos e um filho de 21.

A vítima havia registrado, no último domingo (10), boletim de ocorrência contra o ex-companheiro por injúria, que não aceitava o fim do relacionamento. Rosane solicitou medidas protetivas contra Aguiar, porém o pedido havia sido negado pela Justiça. Telefones celulares apreendidos também mostraram diversas ameaças do homem à vítima.

A Polícia Civil investiga o crime como feminicídio, quando o assassinato é cometido por motivo passional. A arma utilizada para matar Rosane, um revólver calibre 38, foi apreendida.

Deixe um comentário para este conteúdo