Celulares usados para informar sobre blitze são apreendidos na Serra gaúcha

Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil apreendeu na manhã desta sexta-feira (15) em Vacaria, nos Campos de Cima da Serra gaúcha, celulares usados para compartilhar informações sobre blitze policiais em aplicativos de mensagens.

Os proprietários dos celulares participavam de um grupo de WhatsApp criado para avisar sobre operações e blitzes policiais da Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar, Guarda Municipal de Vacaria e Polícia Civil.

De acordo com o delegado Anderson Silveira de Lima, celulares de cinco pessoas foram apreendidos nas casas dos usuários através de mandados judiciais de busca e apreensão e serão analisados. Os participantes do grupo foram todos identificados e prestaram depoimento na manhã desta sexta-feira sobre sua participação.

“Além de aumentar a insegurança, a conduta de avisar existência de blitzes interfere no trabalho policial”, disse o delegado. O compartilhamento de informações sobre ações dos órgãos de segurança é crime previsto no artigo 265 do Código Penal, constituindo atentado contra a segurança pública. A pena prevista é de um a cinco anos de reclusão.

Deixe um comentário para este conteúdo