BRF retoma atividades nesta terça após incêndio no frigorífico de Lajeado


As atividades no frigorífico da BRF (Brasil Foods) que pegou fogo na noite de domingo (1°), em Lajeado, no Vale do Taquari, serão retomadas nos três turnos nesta terça-feira (3). Os funcionários do primeiro e do segundo turno de aves, bem como do primeiro turno de suínos, foram liberados de suas escalas de trabalho por causa do incêndio.

As chamas atingiram o frigorífico de aves da empresa, que possui filial às margens da ERS-130, no bairro Moinhos, em Lajeado. Conforme o Corpo de Bombeiros, o primeiro chamado ocorreu às 20h45 e o fogo só foi completamente debelado depois das 2h30 desta segunda-feira (2). Foram mais de seis horas de combate ao fogo. A principal suspeita é que o incêndio tenha começado devido a uma pane elétrica causada pelo temporal de domingo.

A empresa, criada a partir da fusão das marcas Sadia e Perdigão, em 2009, não realizou ainda levantamento dos prejuízos financeiros. O frigorífico, que emprega 3,2 mil funcionários, se recuperava de um outro incêndio, ocorrido no dia 9 de setembro, na área de suínos.

Durante uma reunião realizada nesta segunda-feira a empresa descartou a possibilidade de conceder férias coletivas a todos os funcionários do setor de aves. Menos de 10% da área do setor de aves foi danificada pelo fogo. Todos os setores da BRF retornarão às suas atividades nesta terça.

Um boato publicado no Facebook dizia que os moradores próximos da indústria deveriam ser retirados de suas casas, mas não era verdade. Na noite de domingo, não houve risco do vazamento de amônia, que estava em uma área próxima ao pavilhão onde ocorreu o incêndio.

Deixe um comentário para este conteúdo