Jovem é morto a tiros em condomínio de Alegrete, na Fronteira Oeste

Quetner Lima Menezes, de 22 anos. Foto: Reprodução

Um jovem foi morto a tiros na madrugada desta terça-feira (10) em um condomínio de Alegrete, na Fronteira Oeste. A execução teria ocorrido após uma discussão e o principal suspeito é o filho do porteiro do conjunto residencial.

De acordo com a Polícia Civil, Quetner Lima Menezes, de 22 anos, estaria com dois amigos, de 18 e 20 anos, andando de bicicleta e skate dentro do Condomínio Residencial João XXIII, quando o trio teria sido repreendido pelo porteiro, devido ao horário. Depois, os amigos deixaram o local e seguiram em direção a um mercado, porém, antes, teria ocorrido uma discussão dos jovens na saída do condomínio.

O filho do porteiro presenciou o conflito e pegou carona em uma motocicleta para ir até o estabelecimento comercial, onde discutiu e entrou em luta corporal com o morador e os amigos. Na volta ao condomínio, o agressor surpreendeu o trio. Ele estava armado e atirou três vezes contra Menezes, que morreu no local do crime. A vítima foi baleada na cabeça, no pescoço e no peito. Os amigos do jovem não se feriram.

O porteiro do conjunto residencial, que teria tentado evitar o assassinato, prestou depoimento à Polícia Civil. O funcionário relatou que o filho tem problemas sociais e possui antecedentes criminais por dois homicídios. O suspeito, de 24 anos, fugiu em uma motocicleta e ainda não foi localizado pela Polícia Civil.

O IGP (Instituto-Geral de Perícias) de Santana do Livramento foi acionado e realizou a perícia técnica na cena do crime. Este foi o 14º homicídio registrado no ano de 2017 em Alegrete.

Deixe um comentário para este conteúdo