Grêmio não joga bem e perde de 3 a 1 para o Palmeiras na Arena


Com a cabeça na Libertadores, o tricolor gaúcho teve uma atuação para esquecer diante do Palmeiras. Na Arena, o Grêmio enfrentou o time paulista e perdeu por 3 a 1, partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe gremista caiu para o quarto lugar na tabela, com 50 pontos.

Por conta do jogo com o Barcelona de Guayaquil, pela semifinal da Libertadores, que ocorre na próxima quarta-feira, no Equador, o Grêmio entrou em campo com um time misto. A equipe do técnico Renato Gaúcho iniciou bem, impondo seu ritmo na partida, mas parou na marcação do Palmerias, que também mostrou bom desempenho, resultando em um primeiro tempo equilibrado, sem muita inspiração e com poucas chances claras de gol.

Aos 15 minutos, Keno arriscou de fora da área, a bola desviou na defesa e se perdeu pela linha de fundo. Aos 45, Borja recebeu na entrada da área gremista e chutou com categoria. A bola passou muito perto da trave do gol de Paulo Victor.

Para o segundo temp, Renato providenciou mudanças: tirou Bruno Rodrigo e colocou Jailson, deslocando Marcelo Oliveira para a zaga e Kaio para a lateral-esquerda, mas a equipe não voltou bem.

Aos 3 minutos da etapa final, o Palmeiras conseguiu chegar ao gol com Dudu e aos 9, Moisés marcou o segundo, depois de pegar o rebote da defesa do goleiro gremista. O Grêmio não conseguiu controlar o jogo e acabou sofrendo o terceiro gol. Aos 17, Dudu marcou novamente.

Mas a equipe gremista conseguiu fazer um gol de honra. Aos 33 minutos, Luan cobrou falta na área e, após confusão, Michel completou para o fundo das redes, sem chances para o goleiro Fernando Prass.

“Fizemos um grande primeiro tempo. No segundo, entramos desligados, não pode acontecer. Agora é focar na quarta”, ressaltou Rafael Thyere. “Não tem desculpa, temos que assumir a responsabilidade e não jogamos bem”, disse Marcelo Oliveira ao passar pela zona mista.

“Ninguém gosta de perder, mas precisamos reconhecer que o adversário foi melhor. A derrota fica aqui e nada para quarta. A partir do embarque, é só Barcelona de Guayaquil, é só Libertadores”, disse Renato durante a coletiva.

Grêmio: Paulo Victor; Léo Moura, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo (Jaílson) e Marcelo Oliveira; Michel, Kaio, Arroyo (Beto da Silva) e Everton; Luan (Dionathã) e Jael. Técnico: Renato Gaúcho.

Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Bruno Henrique (Thiago Santos), Tchê Tchê e Moisés (Raphael Veiga); Keno, Dudu e Borja (Deyverson). Técnico: Alberto Valentim.

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.