Supermercado é interditado e alimentos são apreendidos em Herval, no Sul do RS

Foto: Ministério Público/Divulgação

Onze estabelecimentos foram fiscalizados e um deles acabou interditado durante operação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar em Herval, na região Sul do Estado. No total, foram inutilizadas cerca de uma tonelada de alimentos impróprios ao consumo nos locais vistoriados.

Foram fiscalizados nesta quinta-feira (26) os supermercados Casarão, Econômico, Fronteira Alimentos, Comercial Miranda, JP, Nacional e o Comercial Motta, além dos açougues Dois Irmãos, Oraci, Covinha e Casa de Carnes Central.

Em nove estabelecimentos, foram identificados alimentos com prazo de validade vencido, produtos armazenados de forma irregular, carnes e embutidos fora da temperatura adequada e até insetos, além de diversos problemas de infraestrutura e falta de higienização. Os locais foram notificados.

Nos mercados JP e Nacional foram encontrados cigarros paraguaios e, em razão desse fato, foi registrada ocorrência policial. O Mercado Nacional foi interditado por questões de organização e higiene. Nas gôndolas foram encontradas baratas circulando entre os alimentos.

Segundo o Ministério Público, apenas dois locais estavam em perfeitas condições e não foram notificados. São eles o Mercado Miranda e a Casa de Carnes Central.

Participaram da operação o Gaeco – Segurança Alimentar (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), Promotoria de Justiça de Arroio Grande, Vigilância Sanitária Municipal, Vigilância Sanitária Estadual e Seapi (Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação).

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.