Sete presos fogem da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires

Sete presos fugiram da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, na madrugada deste sábado (28). A fuga só foi percebida pelos agentes penitenciários da casa prisional durante a conferência de uma cela, por volta das 7h15. Estão foragidos homens que cumprem pena por diversos crimes, como homicídio, roubo e tráfico de drogas.

De acordo com a Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários), os sete detentos que estavam na cela 1 da galeria B do presídio conseguir escapar do local durante a noite. Eles serraram as grades da janela da cela e depois cortaram a tela de proteção que dá acesso a uma área de mata, na parte externa do complexo prisional.

A Brigada Militar realiza buscas, mas nenhum apenado foi capturado até o momento. A Susepe abriu um PAD (Processo Administrativo Disciplinar) para apurar como ocorreu a fuga. A Penitenciária Estadual de Venâncio Aires fica localizada às margens da RSC-287 e abriga 558 presos, em um espaço com capacidade de engenharia para 529 apenados.

Em julho de 2017, oito detentos da casa prisional também fugiram. Eles serraram as grades de uma cela, jogaram um cobertor sobre os arames da cerca e saíram por um trecho onde fica uma guarita desativada. Essa foi a primeira fuga registrada no local, que foi inaugurado em outubro de 2014 e começou a funcionar em março de 2015.

Foragidos

  • Arlei da Silva, de 41 anos. – Suspeito de integrar uma quadrilha de assaltos a bancos;
  • Bruno Maycon Ferreira da Costa, de 21 anos;
  • Cristiano dos Santos Soares, de 22 anos;
  • João Trindade é de Porto Alegre, de 30 anos;
  • Maicon Medeiros Rosa, de 24 anos. – Suspeito de integrar a quadrilha de assaltos a bancos;
  • Maicon Ricardo da Silveira Soares, de 25 anos;
  • Vagner da Silveira Figueiredo, de 29 anos.

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.