Sartori vai apresentar a Temer pré-projeto de recuperação fiscal com privatização de estatais

Foto: Guga Marques / Grupo CEEE

O governador José Ivo Sartor (PMDB) apresenta nesta quarta-feira (8) o pré-projeto de recuperação fiscal do Rio Grande do Sul ao presidente Michel Temer (PMDB). No pacote, estão a venda de estatais à iniciativa privada para a geração de caixa de cerca de R$ 2,2 bilhões.

A Secretaria da Fazenda prevê que a privatização da CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) gere cerca de R$ 1,6 bilhão. Já a venda da Sulgás pode ocorrer por R$ 400 mil e da CRM (Companhia Riograndense de Mineiração) por cerca de R$ 150 mil.

Ao aderir ao programa, o Estado deixará de pagar a dívida com a União até 2020, mas é possível que o governo exija mais medidas que as privatizações pretendidas pelo governador. Mas, mesmo que venda as estatais pelos R$ 2,1 bilhões, o estado só consegue pagar totalmente duas folhas do funcionalismo, que, no mês passado, foi de R$ 1,135 bilhão.

Além disso, o governador irá propor a venda da participação no BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul). Também está prevista a continuidade das atuais alíquotas de ICMS até 2019, para a arrecadação estima de de mais R$ 12 bilhões.

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.