Secretaria da Saúde de Porto Alegre emite alerta para acidentes com escorpião amarelo

Escorpião amarelo. Foto: Cristine Rochol/PMPA

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre emitiu alerta epidemiologico à rede de saúde da cidade sobre os cuidados e atenção aos atendimentos devidos a acidentes com o escorpião amarelo. No caso de visualização do animal, evite o contato e informe a localização através do telefone 156.

Em outubro, uma criança de cinco anos residente no bairro Lomba do Pinheiro foi atendida no HPS (Hospital de Pronto Socorro) após ser picada. A agilidade do atendimento foi essencial para o êxito do tratamento, já que o veneno pode ser mortal.

O documento, emitido pela CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) na manhã desta quinta-feira, 9, chama a atenção para a existência do animal na cidade e os riscos que a picada pode provocar. De acordo com o alerta epidemiológico, em casos de acidentes com escorpião a vítima deverá ser encaminhada imediatamente para o HPS.

O escorpião amarelo costuma habitar locais frescos e escuros, em frestas de parede, pedaços de madeira, restos de construção, entulhos, ralos, esgotos, caixas de gordura, tanques, encanamentos, caixas com verduras, legumes e frutas, sapatos, roupas, camas, travesseiros, cortinas, alimentando-se de baratas. No caso de visualização do animal, evitar o contato e informar a localização através do telefone 156.

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.