Dois criminosos morrem após assalto a pedágio e tiroteio com a polícia em Canguçu

Outros dois foram presos na ação ocorrida no final da noite de ontem (27).

Carro usado no assalto havia sido roubado horas antes do crime. Foto: PRF

Dois assaltantes morreram em uma troca de tiros com a polícia após assaltarem uma praça de pedágio na região Sul do Estado. Outros dois bandidos se entregaram após um cerco policial realizado pela Brigada Militar e PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Segundo a polícia rodoviária, os bandidos chegaram ao pedágio do quilômetro 111 da BR-392, em Canguçu, no final da noite de quarta-feira (28). A quadrilha, que usava um Chery Cielo prata roubado horas antes em Pelotas, chegou ao posto de cobrança por volta das 22h45.

Os criminosos pegaram o dinheiro das cabines e fugiram levando junto um operador da praça de pedágio como refém. A PRF de Pelotas foi informada da ocorrência e começou a realizar um acompanhamento dos criminosos.

Com apoio dos agentes rodoviários de Rio Grande e dos policiais militares da BM de Pelotas, as guarnições realizaram o cerco aos assaltantes na altura do quilômetro 524 da BR-116. Os bandidos perderam controle do veículo e caíram numa vala às margens da rodovia, e iniciaram a fuga a pé.

O grupo trocou tiros com as equipes da PRF e da BM. Dois assaltantes foram presos pelas equipes e dois restaram mortos após o confronto, sendo identificados como sendo Leandro de Souza Gonçalves, 37 anos, e Éderson Miranda Butierre, 31. Armas e uma touca ninja foram apreendidas com o grupo, além do dinheiro do assalto, cerca de R$ 5 mil, que foi recuperado.

Também foi apreendido um automóvel Clio branco, de Itajaí (SC), utilizado pela quadrilha. O refém, que foi colocado no porta-malas do carro, foi resgatado ileso. Nenhum policial militar ou rodoviário ficou ferido na ação.

Deixe um comentário para este conteúdo