Em São Januário, Grêmio perde para o Vasco por 1 a 0


O Grêmio perdeu mais uma chance de se aproximar do líder Corinthians na noite deste sábado (9), ao ser derrotado por 1 a 0 pelo Vasco. A partida em São Januário era válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os gremistas dominaram as ações nos 15 minutos iniciais. Trocando passes na intermediária, a equipe permaneceu grande parte do tempo no campo de defesa dos donos da casa.

No entanto, depois da metade do primeiro tempo, o tricolor diminuiu o ritmo, o que deu mais oportunidades para os cariocas, que chegaram a criar a melhor chance de gol, mas desperdiçada. No entanto, aos 42’, o Vasco conseguiu marcar o único gol da partida, com Mateus Vidal.

Mesmo com maior posse de bola, o Grêmio não alcançou o empate. Na segunda etapa chegou a ter maior volume de jogo, criou algumas oportunidades, mas a defensiva adversária segurou o marcador.

Quanto as alterações no lado gremista, Renato Gaúcho tirou Léo Moura, Ramiro e Lucas Barrios, e colocou Everton, Patrick e Michael Arroyo. Com o resultado, o Grêmio deixa de conquistar pontos nesta rodada, permanecendo com 43, na vice-liderança.

“Demos muito mole, com todo respeito ao Vasco. Começamos bem e fomos caindo, não jogamos nada. Criamos muito pouco. Do jogo contra o Cruzeiro, quando foi a 3 a 3 e falei que era um dos melhores, este foi um dos três piores jogos do campeonato”, disse Renato durante a coletiva.

“A frustração com a derrota é maior, porque perdemos a oportunidade de encostar no Corinthians. Nosso primeiro tempo foi horrível”, ressaltou Edílson, ao conversar com os jornalistas na zona mista.

“Agora é esfriar a cabeça e dar a vida contra o Botafogo [pela Libertadores]. É sempre importante vencer para dar ânimo. Mas, agora, é levantar a cabeça, observar o que fizemos errado, para não repetirmos no próximo jogo”, disse Marcelo Grohe.

Na próxima quarta-feira, o Grêmio joga com o Botafogo pelas quartas de final da Libertadores.

Vasco: Martín Silva; Madson (Yago Pikachu), Breno, Anderson Martins e Ramon; Welington, Escudero (Bruno Paulista), Wagner (Paulinho), Nenê e Mateus Vital; André Ríos. Técnico: Zé Ricardo.

Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur, Ramiro (Patrick) e Léo Moura (Everton); Fernandinho e Lucas Barrios (Arroyo). Técnico: Renato Gaúcho.

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.