Grêmio ganha da Ponte Preta e soma mais três pontos fora de casa


O Grêmio conseguiu mais três pontos importantes fora de casa. Em Campinas (SP), no estádio Moisés Lucarelli, a equipe gremista enfrentou a Ponte Preta, em jogo válido pela 33ª rodada do Brasileiro. Com time misto, o tricolor gaúcho venceu pelo placar de 1 a 0, resultado que deixa a equipe do técnico Renato Gaúcho com 57 pontos.

O primeiro tempo foi “fraco” para um jogo de primeira divisão, com ambos os times assumindo poucos riscos. O Grêmio fez uma forte marcação e não deixou a Ponte Preta jogar.

Aos 5 minutos, o Grêmio chegou ao ataque com Ramiro, acionando Jailson, que recebeu, se livrou da marcação e cruzou para Léo Moura, mas a bola foi muito forte e saiu pela linha de fundo.

A Ponte respondeu e Danilo saiu em velocidade pela esquerda, tabelando com Naldo. A bola chegou a Emerson Sheik na entrada da área, que dominou e finalizou, mas mandou um chute fraco.

Com 17 minutos, quando Ramiro dominava a bola no campo de defesa, Fernando Bob cometeu falta forte sobre o volante, e terminou expulso. O Grêmio tentou aproveitar que estava com um homem a mais, só não conseguiu ser mais objetivo para abrir o placar ainda no primeiro tempo.

Para o segundo tempo, o Grêmio voltou a campo com a mesma formação. Logo no primeiro minuto o tricolor gaúcho teve uma cobrança de escanteio a seu favor. De perna direita, colocou na área, Michel subiu, mas dividiu com adversário e foi marcado falta a favor da Ponte Preta.

Já a Ponte Preta chegou com perigo por duas vezes. Primeiro veio um cruzamento fechado da direita, Marcelo Grohe salvou, no rebote, em um chute a queima roupa, o goleiro gremista conseguiu defender novamente.

Aos 4 minutos,  o Grêmio respondeu a altura e trabalhou a bem a bola, de pé em pé, até que Léo Moura cruzou da direita para Ramiro, que mandou de cabeça para o fundo do gol, 1 a 0.

Após o gol gremista, os donos da casa tiveram uma sequência de escanteios, mas todos, afastados pela defensiva do time gaúcho. Grohe surgiu como um dos grandes nomes da partida, sua grande atuação ajudou o Grêmio a conquistar mais três pontos fora de casa.

Na zona mista, Everton disse que foi uma vitória suada. “A equipe deles, apesar de ter um a menos, veio para cima e a gente teve a chance de matar, mas não aproveitamos”, ressaltou.

“Me falaram que o Grêmio não ganhava aqui desde 1981. Então são mais três pontos”, comemorou Renato, que quer manter o Grêmio entre os quatro do Brasileirão. “Não fez um grande jogo, mas venceu a partida. As melhores chances foram da Ponte Preta e o Marcelo Grohe fez grandes defesas”, completou o técnico gremista.

Ponte Preta: Aranha; Emerson, Yago, Rodrigo e Jeferson (Felipe Saraiva); Fernando Bob, Elton (Léo Gamalho), Naldo (Léo Artur) e Danilo Barcelos; Emerson Sheik e Lucca. Técnico: Eduardo Baptista.

Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Rafael Thyere, Bressan e Marcelo Oliveira; Jailson (Fernandinho), Michel, Cristian, Ramiro e Everton; Jael (Beto da Silva e Leonardo). Técnico: Renato Gaúcho

Deixe um comentário para este conteúdo

O Agora no RS não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários realizados pelos usuários. O veículo pode, a qualquer tempo, moderar, excluir ou banir qualquer conteúdo publicado por estes em qualquer seção do site ou de suas páginas na rede social Facebook.